CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

25 de abril de 2010

Agradecimento

Olá leitores do FG-News.
Consegui, finalmente, postar mais uma mensagem.
Apesar deste momento difícil que estamos passando, fiquei muito feliz com as mensagens deixadas nos comentários do úiltimo post que fiz. Saber que meu pai é uma pessoa querida, nos dá ainda mais esperanças de receber boas vibrações para sua cura e fazer nossas orações mais fortes. Muito obrigada! Peço a todos que continuem por favor pensando positivo e orando por ele pois a batalha não está fácil

Após alguns dias de operado ele foi se recuperando, mas sua febre não cedia de forma alguma. Na tarde de quinta feira os médicos não muito contentes com o quadro, sugeriram uma nova cirurgia. Na sexta-feira à tarde ele foi operado pois a infecção em seu fígado tinha voltado a crescer com a formação de dois novos abcessos. Ficamos ainda mais alarmados pois sua chance de resistir à cirurgia era pequena, mas graças a Deus ele é um cara forte e aguentou o tranco! Agora devemos aguardar por sua recuperação novamente.

Eu peço então a todos, por favor, que continuem com seus pensamentos positivos para que ele se cure da infecção. Isso é que é preciso. As bactérias precisam ser vencidas. Os médicos já trocaram os antibióticos diversas vezes e continuam lutando conosco. Mais uma vez obrigada pelas manifestações de solidariedade e carinho e conto com as preces de vocês. Obrigada.

Que Nossa Senhora Aparecida e Jesus Cristo proteja a todos nós com a força de Deus.

17 de abril de 2010

Mensagem para os leitores do Blog

Olá leitores do FG-News.
Meu nome é Priscila Mattucci e sou filha de Flávio Guimarães, autor deste blog.
Hoje a postagem não será sobre notícias internacionais, futebol, cultura, artes ou qualquer coisa parecida.
Peço licença à meu pai para escrever aqui, pois ele vinha trabalhando neste blog com muita dedicação.


Meu pai, Gualberto Mattucci (conhecido por alguns como Flávio Guimarães), foi nesta quarta-feira, 14/04, internado em estado grave no Hospital Universitário de São Paulo. O hospital-escola da USP do sistema público de saúde. Ele deu entrada no pronto-socorro na segunda-feira à noite com vômito, febre muito alta, calafrios e dor lombar.


Após a espera de 8 horas pelos exames e atendimento, o corpo médico indicou que ele voltasse para casa e retornasse na quarta feira para mais exames. Na terça ele mostrou-se estável, com algumas quedas e altas de temperatura controladas por antitérmicos. Mas na quarta feira eles retornaram ao hospital mais cedo pois meu pai teve os mesmo sintomas anteriores com piora da febre, dos calarios e com forte dor abdominal. Aguardamos das 14h30 até as 23h00 para sua internação após ter realizados mais exames.

Resumindo, os médicos ainda não tinham um diagnóstico. Foi constatada uma infecção com alteração de tamanho do fígado e/ou do baço, com compressão de uma artéria existente entre estes órgãos e uma significativa queda de plaquetas. Na quinta feira de manhã seu quadro havia piorado por causa de uma insuficiência renal que já se manifestava desde a quarta-feira, pois não havia excreção pelos rins. Além disso, 
os médicos dectaram uma pneumonia e iniciaram o tratamento com antibióticos, porém as alterações nos exames do fígado e do baço, ainda não eram compatíveis com o quadro e portanto continuaram alvo de investigações. Mais exames, e descobriram uma infecção localizada no fígado com a formação de um abcesso, que é uma espécie de ferida ocasionada por bactérias ou parasitas unicelulares.


Por isso, ele passou por uma cirurgia esta noite e está internado na U.T.I. do Hospital Universitário. Acabei de chegar do hospital e o médico responsável nos informou que estas próximas 24/ 48 horas serão decisivas para sua boa recuperação. O estado é grave, ele tem suas funções vitais mantidas por aparelhos e permanecerá sedado até que manifeste melhora do quadro. Então peço que por favor, todos vocês, mesmo que um pouquinho só, pensem positivamente para que meu pai vença mais essa. Ele, graças a Deus, superou a cirurgia, mesmo com a pneumonia, e agora conta com nossos pensamentos positivos para se recuperar.

Eu agradeço 
muitíssimo por toda a ajuda que venho recebendo de amigos, manifestações de carinho e solidariedade, contatos de colegas médicos, nutricionistas, envio de orações, e tudo o mais. Apesar da situação difícil que estamos enfrentando, sinto-me muito grata por ter tantas pessoas à nossa volta, que às vezes mesmo de muito longe, mandam pelo menos um abraço sincero.


Peço a todos, todos aqueles que leiam este blog, todos que conheçam meu pai, que saibam da excelente pessoa que ele é, ou mesmo desconhecidos que por ventura somente leiam este texto, por favor, nos ajudem com boas energias, nos ajudem com pensamentos positivos. Meu pai sempre foi extremamente atencioso e cuidadoso conosco e não precisa nos deixar tão precocemente. Nós o amamos muito e ele ainda tem muito a fazer aqui ao nosso lado.


Tenho certeza que Nossa Senhora Aparecida, padroeira deste blog, escolhida por meu pai, está segurando a mão dele agora, cuidando de sua recuperação e acalmando seu coração para que ele saia dessa saudável e forte.

Muito obrigada e que Deus abençoe a todos nós.
Priscila.

13 de abril de 2010

QUE SIRVA DE EXEMPLO...


Sempre que escrevo sobre as más administrações dos clubes, da CBF, das Federações, vem um monte de gente me dizendo que eu não acredito em nada, que eu sou sempre do contra, que eu quero ver o fim do futebol, etc., etc.
Na semana passada, quando escrevi sobre os clubes do interior, foi, realmente, uma provocação. Recebi e ouvi uma porção de criticas e muitos, muitos elogios. Nada e nenhuma delas me surpreenderam. Alguns ainda têm esperanças que as coisas mudem para melhor dentro das administrações do futebol – CBF/Federações - dos clubes; leia-se: Presidentes, Conselheiros, Associados, Torcidas. A grande maioria, entretanto, não tem expectativa nenhuma de que o nosso futebol possa mudar. Alguns até mencionaram texto que escrevi anteriormente sobre a Copa do Mundo; o descaso das autoridades, as obras atrasadas, a falta de investimentos particulares, alguns céticos ao extremo até com a certeza de que a FIFA poderá mudar a sede da Copa de 2014 para a Inglaterra, por exemplo, como justificativa pela tamanha bagunça que se vê.
Mas, enfim, me parece que há uma luz no fim do túnel.
Recebi hoje do competente advogado esportivo e da AA Ponte Preta, Dr. Renato Savy (vão acabar achando que tenho recebo “mala branca” dele), uma noticia, com detalhes, sobre a ação movida contra um ex-atleta do quadro de jogadores profissionais da Ponte e um clube estrangeiro, cheio de grana – pelo menos era o que se supunha - que o adquiriu e não pagou.
Vou entrar em alguns detalhes dos fatos, para que você possa entender o que aconteceu e, ao final, que possa tecer alguns comentários.
“O meia Renato Cajá, hoje no Botafogo do Rio, em março de 2009 foi vendido ao Al Itiha, da Arábia Saudita, por três milhões e quinhentos mil dólares que, na época, correspondia cerca de sete milhões de Reais; assim distribuídos: R$ 450 mil ao jogador, R$ 200 mil para Empresário, R$ 200 mil para a Ferroviária com quem Renato teve vinculo e que esta teria direito a parte de qualquer negociação pela Ponte Preta, e o total da diferença teria que ser pago a Ponte pelo clube Árabe em três parcelas. O contrato dizia claramente que se o pagamento das três parcelas não fosse pago o acordo estaria desfeito e o jogador continuaria a pertencer a Ponte Preta, em virtude da nulidade do acordo internacional. Em maio, o clube Árabe não pagou as prestações e a Ponte, acertadamente, cobrou-o através da FIFA. Como os Árabes não pagaram (acho que lá acabou o petróleo), em Julho a juíza Ana Cláudia Torres Viana (ela não têm, mas se tivesse seria roxo) concede liminar e determina a volta imediata do Renato à Ponte e, ainda, uma multa de R$ 10 mil Reais por dia de ausência do jogador. Os advogados do jogador conseguiram derrubar a multa, mas foi mantido o vinculo com a Ponte e a obrigação de se reintegrar ao elenco. Em Dezembro, Renato marca encontro com a diretoria da Ponte afirmando que voltaria, mas não dá as caras e, no dia 17, anuncia sua ida para o Botafogo carioca.”
Situação complicada, não?
Mas agora vem o porquê de que eu possa ter um pouco de fé e esperança que as coisas poderão mudar no futebol.
Em uma decisão inédita no mundo – não existe noticia de outras decisões similares em ações como esta – mostrando a seriedade das relações trabalhistas no Brasil e que contratos têm que ser cumpridos, por quem quer que seja, o Renato Cajá foi condenado pela justiça trabalhista a pagar uma indenização a Ponte Preta no valor de R$ 1.140.000,00 (Hum Milhão, Cento e Quarenta Mil Reais), reajustados com juros e correção monetária desde primeiro de Junho de 2009, em virtude do descumprimento do contrato com o clube. Fora isto, o processo da Ponte contra o clube Árabe continua e é independente da ação perdida pelo jogador, isto é, os Árabes ainda terão que pagar o que devem à Ponte Preta.
Convém mencionar o fato de que houve três audiências de conciliação, mas em nenhuma delas Renato aceitou. O absurdo das justificativas do Renato para não cumprir o contrato com a Ponte é de que não sabia inglês e não havia sido assessorado por ninguém na assinatura do contrato com o clube Árabe. Ma teve que admitir posteriormente, durante o processo, que teve sim assessoria de um agente da FIFA, de seus empresários e de advogados contratados por eles.”
E ele ainda teve sorte, porque o juiz Artur Gudwin liberou o atleta para jogar onde quiser, mas com uma multa de 7 milhões e 200 mil reais, porém entendeu que esse valor seria excessivo e maior do que o valor original do contrato e reduziu para o valor que descrevemos acima.
Claro que caberá recursos da decisão pelo jogador, para cancelar ou reduzir o valor da multa, assim como a Ponte poderá fazer o mesmo pedido de reconhecimento do valor original de 7 milhões e 200 mil.
Eu trouxe ao conhecimento o assunto, primeiro pela decisão inédita de nossa justiça trabalhista, pela penalidade ao jogador, e quando o clube tem profissionais competentes em cada área da administração os resultados aparecem. É o tal circulo vicioso que descrevi na semana passada. Se todos os segmentos funcionarem com profissionalismo dentro da CBF, nas Federações, nos clubes, tudo irá a favor do crescimento do futebol, quer em times grandes ou em times pequenos das capitais ou do interior.
O amigo FábioTV (é assim que eu o identifico), que tem um blog sensacional que escreve tudo sobre televisão e eu recomendo – anote ai: www.fabiotv.zip.net – postou um comentário sobre o que escrevi na semana passada dizendo que, para o bem do futebol brasileiro, é necessário que os clubes do interior estejam fortes e competitivos, caso contrário o Brasil apresentará um processo de não renovação.
Mas como estarem fortes e competitivos? Como renovar? Não há uma administração séria, com pessoas competentes em cada função administrativo-financeira, somente aventureiros. A grande maioria está nos cargos por interesses particulares e financeiros. Não há uma estrutura de base, porque não tem dinheiro; conseqüentemente não se investe em novos valores, em renovação. O que vemos hoje, determinado pela pressão, é a preocupação destes maus dirigentes com o resultado imediato. Contratações a peso de ouro. Grandes salários inflacionando o futebol. E, o pior, sem nenhuma qualidade. A maioria utilizando dos clubes atua em causa própria. Que renovação vemos hoje? Roberto Carlos, Ronaldo? Ou só o Neimar? Ótimo! Um craque, caçado na pancada o jogo inteiro pela incompetência dos marcadores, mas só me lembro dele.
Fábio, me perdoe, não estou questionando, nem contrariando o seu posicionamento estou apenas colocando o meu ponto de vista, conseqüência de minhas andanças por esse Brasil afora com o microfone do futebol. Vi e vejo, ouvi e ouço cada absurdo que você não acreditaria.
Esperamos que o belíssimo trabalho do departamento jurídico da Ponte Preta seja um exemplo para os outros departamentos do clube e, claro, que outros clubes usem também como referência e, ainda, que os jogadores, os empresários – cancro do nosso futebol -, os assessores de jogadores procurem ler com atenção o teor de toda a ação a que ora nos referimos e, com isto, tirem algumas lições de direito trabalhista. Quem sabe não estaríamos vendo, mesmo, uma luz no fim do túnel, não é?

8 de abril de 2010

O FIM DOS CLUBES DO INTERIOR. QUE ACABEM LOGO...

Estamos acompanhando o desenrolar do campeonato paulista, o sobe e desce na tabela de classificação e, principalmente, o desenvolvimento dos clubes do interior. Uma pena, o que a gente vê. Fazendo um grotesco trocadilho: eles estão caindo pelas tabelas, dentro de campo e fora dele, no administrativo/financeiro.

Eu estava escrevendo este texto para a coluna e acompanhando o CBN Esportes, pela CBN Campinas, com o âncora Marco Massiarelli, que entrevistava o querido companheiro e competente narrador Milton Leite, enaltecendo o seu livro recém lançado “As melhores seleções de todos os tempos”. No livro,  2º lugar dos mais vendidos entre as publicações de esporte, Milton elege as equipes que fizeram história defendendo as cores verde e amarelo e narra suas campanhas na Copa do Mundo. Na oportunidade, o Massiarelli fez uma pergunta ao Milton exatamente sobre a situação do Paulista da cidade de Jundiaí - reduto do Milton Leite - e a resposta dele veio ao encontro do que pretendemos abordar aqui:  “O Paulista de Jundiaí, como se encontra hoje, poderá cair para a terceira divisão do futebol paulista e poderá nunca mais voltar”. E é verdade.

E sobre o assunto, o Antonio Edson – o Tonicão – também demonstra o desagravo com o seu Rio Branco de Americana. Já rebaixado para a série A2, depois de muita luta para chegar á divisão principal do futebol paulista, o Rio Branco poderia passar por um grande vexame no seu caminho de glórias do passado, porque os jogadores remanescentes deste campeonato poderiam não entrar em campo contra o Oeste em Itápolis, na última rodada da primeira fase do campeonato paulista, não teria jogadores suficientes como mandam as regras. 

Só para nos alongarmos um pouco nesta história, na segunda feira, dia 05 de abril, dos 27 jogadores do elenco somente 16 apareceram na reapresentação, mesmo assim sem nenhuma vontade para quaisquer atividades. Sabe qual foi o motivo? Acertou! Isto mesmo, salários atrasados há mais de dois meses. E o próprio diretor de futebol do clube, o Sr. Calinhos Folha, confirmou que poderia acontecer um W.O., porque os jogadores ameaçaram não viajar se não acontecer o pagamento de, pelo menos, um mês de salário. O que eu acho que os jogadores têm toda a razão. Quem não tem competência não se estabeleça. Não é este o ditado?

Eu estou mencionando esta história do Rio Branco apenas como uma referência do que acontece com a maioria dos clubes do interior, o que é lamentável para a cidade, para o cidadão torcedor que paga o ingresso, participa das rifas, das campanhas de sócio-torcedor, e nada vê de promissor acontecer. Pelo contrário, vê a sua cidade, que o clube muito mal a representa, achincalhada, emporcalhada, às vezes sendo sinônimo de mal administrada, o que, na grande maioria, não é uma verdade. olho no votoExceto quando o poder público quer também participar da administração do futebol, já que futebol dá voto. Lamentavelmente os clubes do interior acabaram dentro e fora de campo.

Eu mencionei o caso do Rio Branco, mas se pegarmos os 20 clubes que participam da elite do campeonato paulista, no mínimo 12 estão disputando em critica situação financeira para manter o elenco. Alguns até com patrimônio penhorado por instituições financeiras, ou em fase de venda para saldar dividas. Dividas altíssimas.  Exemplo é o próprio Guarani, da cidade de Campinas - que quase cai para a Série A3 neste campeonato paulista. O que seria o fundo do poço. Para continuar existindo, está em fase de negociação da venda do Brinco de Ouro.

Mas a quem cabe a culpa? A todos: aos associados que escolhem mal os conselheiros que, por sua vez, na base de conchavos – em sua grande maioria - escolhem mal o presidente da administração; ao presidente da administração, que escolhe mal os seus diretores e assessores; aos torcedores que concordam e pagam ingresso com valores altos, participam de campanhas de sócios-torcedores para o bem do clube, mas não exigem a saída dos maus elementos da administração e, finalmente, aos jogadores que, em decorrência desses erros, não foram formados nas categorias de base do clube em que atuam, vieram de fora trazidos por empresários, e não têm amor nenhum à camisa, só jogam pelo dinheiro; quando tem, não é?circulo Mas, me permitam fazer uma pergunta, e se alguém souber me responda: “se os presidentes de clubes e diretores NÃO SÃO remunerados, porque eles investem tanto dinheiro e brigam tanto politicamente, para serem presidentes? cartola

Enfim, com essa bandalheira toda de CBF, Federações, Presidentes de clubes, esta porcaria de futebol que a gente anda assistindo, é melhor que acabem logo, assim não vamos passar mais vergonha, não é?

Ahhhhh!! Que saudades dos velhos tempos!!!

6 de abril de 2010

OPORTUNIDADES DE TRABALHO PARA MULHERES DETERMINADAS

Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo        PM abre concurso para soldado feminino

Duzentos e cinquenta cargos de soldado feminino da Polícia Militar do Estado de São Paulo serão preenchidos conforme edital publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no último dia 02 de abril.

A abertura do concurso, autorizada por despacho do governador do Estado de São Paulo, visa preencher vagas para o Quadro de Praças de Polícia Feminina (QPPF), em caráter de estágio probatório, que inclui o Curso Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública. 

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, no site da Vunesp, das 10 horas do dia 12 de abril até as 16 horas de 07 de maio. O salário inicial é de R$ 2.170,00.

A Fundação Vunesp esclarece que “Não haverá reserva de vagas para portadoras de necessidades especiais, tendo em vista as peculiaridades no exercício das funções inerentes ao cargo".


Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública - Rua Líbero Badaró nº 39 - Centro / Telefone: (0xx11) 3291-6685
Portal:
www.ssp.sp.gov.br

5 de abril de 2010

CHAMADA DE CAPA

m.neves

Mais uma do rei das “mancadas” no rádio e na televisão. Homem do esporte, dono de prodigiosa memória, Milton Neves irrita a adudiência com o volume de propaganda nos programas que apresenta e, ao mesmo tempo, a diverte com os “escorregões”, ao vivo. Muito do que Milton faz, no entanto, é puro oportunismo midiático.

garoto.sonha

A evasão de craques continua. Atletas seduzidos por propostas milionárias, nem sempre verdadeiras ou satisfatórias de fato, continuam deixando o país, em busca do sonho dourado de fama e riqueza. Um problema que se repete há anos e tem consequências até na Copa do Mundo. Veja o comentário de Nelson Lenham.

VÓS DA REDE

Mistério no palácio do Planalto: Lula e Dilma enviaram pedido ao governo libanês. A resposta chegou rápido, mas ninguém entendeu nada. Até que Salinzinho, assessor de quarto escalão, traduziu a mensagem: BL, MD, VBB, 6…2. VÓS, DA REDE, o espaço do bom humor.

foto.lula.capa

Um vídeo  ajuda o eleitor a entender que nem tudo o que se ouve ou se vê reflete a realidade. Pensando nisso, qual é a realidade? Essa é a resposta que compete a você  dar, após assistir ao vídeo que circula na Internet e  pode decidir o seu voto neste ano de 2010. indices 2009

Afanasio Jazadji lembra que as eleições estão chegando e a polícia paulista será usada, uma vez mais, como “cabo eleitoral” do partido de plantão no Palácio dos Bandeirantes. Os tucanos desprezam a categoria e não concedem salários dignos a profissionais que desempenham atividade essencial à população.

Além destes assuntos, o FG-News permite a você navegar rápida e facilmente, através de uma seleção de links que tornam a sua escolha mais simples e objetiva, sem sair do blog.

OUTROS DESTAQUES e À LA CARTE oferecem bons textos, reunidos por temas. Basta clicar sobre eles e escolher.

ZAPPING traz até você economia, variedades, horóscopo, música, cinema, televisão e muito mais. Tudo para que você esteja por dentro, na hora em que os fatos acontecem. Divirta-se.

SÃO PAULO EXPLODE EM CRIMES

As eleições estão chegando e, como sempre, a Polícia paulista será usada, uma vez mais, como “cabo eleitoral” do partido de plantão no Palácio dos Bandeirantes. Em tempos normais, os tucanos desprezam a polícia, não valorizam e muito menos concedem salários dignos e necessários a profissionais que desempenham atividade tão essencial a serviço da população.

Pensando bem, desta vez não será muito fácil fazer uso da força policial, entendidas aí tanto a Polícia Militar (futura Força Pública) e a Polícia Civil. É que a situação entre ambas, desde o confronto de 2008 à frente do Palácio do Governo, ainda não está devidamente “digerida”.

confronto É bom lembrar que à época, as carreiras policiais civis estavam em estado de greve e pretendiam os dirigentes de suas associações e sindicatos, simplesmente entregar, através de comissão, um documento reivindicatório ao governador Serra ou a quem ele determinasse receber a comitiva.

Insensível à situação e, certamente mal aconselhado por péssimos assessores, o governador que já havia mandado a Polícia Militar ocupar as ruas e avenidas próximas ao Palácio, simplesmente mandou a tropa de choque descer o pau nos policiais civis que, pacificamente, caminhavam em direção à sede do governo. Alguns policiais tinham ao seu lado esposas e filhos. Houve até quem levasse netos. E tudo acabou naquele lamentável e histórico confronto entre as polícias paulistas, cenas documentadas por emissoras de televisão e que  foram  repetidas  em todo o planeta, demonstrando a insensatez de alguns tucanos quando tem a caneta à mão.

fatos

Os números não são favoráveis ao governo. Pelo menos por enquanto, e a menos que sejam “maquiados”, como já ocorrera no segundo Governo Alckmin, com Saulo Castro à frente da Secretaria da Segurança. O ano passado registrou piora generalizada nos índices de crimes no Estado de São Paulo. Os roubos alcançaram a mais alto marca da série histórica, com 257.004 ocorrências, 18% acima de 2008.

O recorde anterior havia sido atingido em 2003, quando foram registrados 248.406 casos. Impossível avaliar o número de pessoas roubadas em casa, nos escritórios ou nas ruas e que, descrentes de providências que lhes restituam seus pertences, desapontadas não vão às delegacias para dar queixa.

Também cresceu de forma alarmante o número de latrocínios (roubos seguidos de mortes), sequestros, assaltos e furtos de veículos. Infelizmente, são raras as boas notícias no balanço da segurança pública no ano passado. Uma delas foi o crescimento na apreensão de entorpecentes, que subiu 11% em relação a 2008. As polícias apreenderam no ano passado um total de 27.886 quilos de drogas, quase tres vezes mais do que o volume apreendido em 2000.

Até mesmo os homicídios, que vinham registrando uma sequência histórica de queda, tiveram um ligeiro aumento no ano passado. Foram 3% no Estado. As quedas nos assassinatos  continuaram  a  acontecer  na  Capital  e  na  Grande  São Paulo. Na cidade, foram 1.235 assassinatos, número 2% inferior em relação a 2008. Na Grande SP a queda foi ainda maior: 11,2%, com 1.202 assassinatos. O crescimento de mortes violentas se deu de forma acentuada no Interior do Estado.

indices 2009

As ocorrências de sequestros também aumentaram, chegando a 85 casos – em 2008, haviam sido registrados no Estado 50 crimes dessa modalidade. Mas os índices do ano passado ficaram abaixo do total de sequestros que vinham ocorrendo anualmente desde 2001.

Com todos esses números, o atual Governo vai precisar fazer muito para querer usar a Polícia em seu favor, agora nas eleições. A começar pelo convencimento dos próprios policiais, tanto civis como militares, que já não se sentem mais à vontade até mesmo em aparecer em programas de televisão, quando percebem que as ocorrências serão mostradas com objetivos meramente político-eleitorais.

Nossos policiais estão acordando tarde demais!!!