CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

8 de junho de 2013

GUGU LIBERATO, FORA DA RECORD, COM UM PÉ NO SBT

gugu Gugu Liberato —quem diria— é a mais nova estrela a cair fora na “dança dos famosos”, da Record. Faz algum tempo que, para o mercado, a saúde financeira do grupo televisivo neopentecostal não anda lá essas coisas. A origem de tudo estaria na malfadada Record News, que não decolou. A aeronave, cuja manutenção custa os olhos da cara, continua com turbinas ligadas, queimando querosene, mas sair do chão, que é bom, está apenas nos planos de voo. Nem o comandante Heródoto Barbeiro tem sido capaz de “levantar o nariz do bruto”.

Fervorosos defensores da fé (e seus subprodutos), numa surpreendente guinada, diretores da empresa tentam mostrar que o diabo não é tão feio quanto o pintam. Trata-se apenas, dizem, de ajustes necessários. De ajuste em ajuste, o fato é que a situação não anda boa pelos lados da rua da Várzea, em São Paulo, capital, onde fica a sede da Record.

Vencidas as conhecidas etapas de banir copinhos plásticos para água e cafezinho, o saneamento atingiu o material de limpeza. O interessante, nesses casos, é que as medidas “profiláticas” nunca saneiam de fato, mas estão sempre em cartaz.

Diante do inevitável, teve início o enxugamento do quadro. Extinção de programas, remanejamentos e que tais.

Ana Paula Padrão, ao não ter o contrato renovado, era a ponta do iceberg. Os cortes no RecNov, noticiados recentemente, jogaram um pouco mais de luz sobre a escuridão. Deu para vislumbrar o contorno da “coisa”. 

Agora, foi a vez do criador do pintinho amarelinho. Habituado a porções generosas de ração, Gugu indignou-se com a proposta de reeducação alimentar.

— No meu não, violão! —teria bradado o apresentador.

A quimera virou quirera e o jeito foi, segundo a cria de Silvio Santos, abandonar o terreiro (no bom sentido) de Edir Macedo.

A Gugu resta o caminho da volta ao SBT. As negociações teriam começado. Eu não o colocaria mais aos domingos, dia em que reinam Celso Portioli, Eliana e o “patrão”.

Existe uma lacuna salvadora, no sábado. Nada a ver com Raul Gil; sosseguem, crianças.

Desempregado, Gugu pode ressuscitar antigo programa. A sabedoria caipira ensina que no andar do carro de boi as abóboras se acomodam.

Perder o sono, para quê?

Viva a Noite!

*** *** *** *** ***

Ana Paula Padrão, ponta do iceberg. Aqui

Cortes no RecNov: adequação a novos costumes das famílias e à redução de verba publicitária. Aqui

Volta de Gugu ao SBT é possível. Aqui

______________

Créditos: Gugu – link / Ana Paula Padrão – link / Pintinho amarelinho – link