CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

31 de agosto de 2013

A SAÚDE DO BRASILEIRO: ENTRE O CORPORATIVISMO HIPÓCRITA E O OPORTUNISMO CÍNICO

Em meio à polêmica que cerca a vinda de médicos estrangeiros para atuarem nos municípios mais carentes e na periferia das grandes cidades, alguns pontos ganharam maior relevância. Sem entrar no mérito da questão, embora considere que algum atendimento à saúde do brasileiro é melhor do que nenhum, proponho que você analise a questão partindo de pontos de vista anunciados e conhecidos.

luiz_c_azenha

O site Viomundo, de orientação petista, questionou o presidente do Conselho Regional de Medicina, de Minas Gerais, João Batista Soares. Esse cidadão chegou ao absurdo de insinuar que médicos brasileiros não iriam “consertar” bobagens de médicos estrangeiros, aconselhando a omissão de socorro. Como a recomendação pegou mal, Soares quis tirar o joelho da seringa, mas o Viomundo foi rápido, astuto e preciso ao interrogar, digo, entrevistar o homem que, no fim, sem alternativa, se enrolou ainda mais. Coisa feia e merecedora de punição exemplar.

Por outro lado, embora os profissionais de saúde brasileiros digam que ganham muito mal, prefeitos do interior pagam salários altíssimos para terem médicos em sua cidade. Veja o exemplo do Mato Grosso que oferece salários de  R$30 mil para fixar médicos em cidades do interior. Existem vários outros casos espalhados pelo Brasil. Pois, tais prefeitos, já pensam em demitir os médicos nativos e convocar os estrangeiros, através do programa Mais Médicos. A razão é puramente financeira. Livres do encargo, que passaria a ser do governo federal, os prefeitos poderiam investir o dinheiro em obras urgentes. Teoricamente, é razoável. Na prática, nunca se saberá onde esses recursos iriam parar, de fato, não é mesmo?

O governo se apressou a intimidar os prefeitos que tentarem a manobra. Os que o fizerem, serão excluídos do programa. Ou seja, os municípios que, hoje, precisam gastar muito para terem médicos, voltarão a não ter nenhum. Um círculo vicioso que, a curto prazo, não terá solução.

reinaldo_azevedo

Veja, a seguir, a entrevista do Viomundo com João Batista Soares. O presidente do CRM-MG afirmou que vai denunciar cubanos, mas nega que sugeriu omissão de socorro.

Para dar uma equilibrada na balança, leia a denúncia de um dos mais respeitados jornalistas do país, Reinaldo Azevedo, de Veja, reconhecido como crítico ferrenho do Partido dos Trabalhadores. Ele foi um dos primeiros a alertar que “prefeituras estão demitindo médicos para… contratar os do ‘Mais Médicos’!”

O governo, tão logo soube da intenção dos prefeitos, lançou uma advertência a todos: Municípios que demitirem médico serão excluídos do programa. Leia e faça seu juízo.

*** *** *** *** ***

Fontes: http://www.viomundo.com.br / http://veja.abril.com.br / http://oglobo.globo.com e http://noticias.uol.com.br

Créditos: Estetoscópio – link / Médicos estrangeiros visitam – link / Luiz Carlos Azenha – link / Reinaldo Azevedo – link