CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

29 de agosto de 2013

BOMBEIROS ENCERRAM BUSCA APÓS RESGATAR DÉCIMA VÍTIMA DE PRÉDIO, EM SÃO PAULO

fim_das buscas

Após a retirar dos escombros o corpo da décima vítima do desabamento do prédio que seria loja, em São Mateus, São Paulo/SP, bombeiros encerram a busca. Autoridades, como sempre acontece neste país, continuam com o jogo de empurra. Fiscalização da prefeitura, omissa, nem sequer se manifestou sobre o andamento das obras, mesmo sem alvará. Alguém fez “vista grossa”, mas provavelmente jamais se chegará ao culpado. Prefeitura acusa dono do prédio que joga a batata quente no colo do locatário, as lojas Torra Torra. Ninguém quer assumir a responsabilidade pela tragédia. Ministério Público garante que vai investigar. É? Não cabe nada além de fazer a pergunta monossilábica. As dores ficam para os feridos e familiares de quem perdeu a vida. Mais fotos e informações, aqui

No Supremo Tribunal Federal, não deu para Zé Dirceu. Ministros rejeitaram recurso, com exceção de Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski, habituais defensores das penas. Presidente do STF, visto por muitos brasileiros como eventual candidato à presidência da república (embora ele negue), desta vez não bateu boca durante a sessão. Veja como foi o julgamento de recursos de envolvidos no mensalão, aqui

elevador

No Recife, elevador da prefeitura despencou do 15º andar com 18 pessoas. Ascensorista, que em muitos prédios não existe mais, percebeu defeito no equipamento e acionou o freio de emergência, evitando a morte certa dos ocupantes. Algumas testemunhas (só poderiam estar dentro do elevador, claro) discordam e dizem que o elevador despencou em queda livre até pouco antes de chegar ao solo, quando o freio mecânico finalmente funcionou. A queda, aqui

donadon É muita cara-de-pau. Câmara vota a cassação de Natan Donadon, ex-PMDB, atualmente sem partido, em resultado que não alcançou o número mínimo de votos necessários para a perda de mandato. Típica manobra corporativista. Seriam precisos 257 votos, mas os parlamentares favoráveis à cassação somaram 233. Contrários, foram 131. Outros 41 se abstiveram de votar e 108 simplesmente não estavam em plenário. Mas o maior interessado no caso, o próprio deputado Donadon, estava presente e “muito vivo”, como a foto revela. Tanto que não titubeou e também votou. Não vale perguntar se votou contra ou a favor, ok? Político brasileiro imagina que você pensa assim. Tudo aqui e aqui

*** *** *** ***

Horóscopo, cinema, televisão, tecnologia e muito mais no Zapping, à direita, no alto. Espie tudo.

___________

Créditos: Queda do prédio, em slide-show – link / Joaquim Barbosa – link / Elevador – link / Natan Donadon – link