CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

4 de setembro de 2013

CINEMA SEM MAGIA AO ACENDEREM-SE AS LUZES. SERÁ?

a_vida_de_adeleApesar dos avanços proporcionados pela Internet, o cinema continua exercendo fascínio insuperável sobre as pessoas no mundo inteiro. Na tela grande, fantasia e realidade se confundem de tal forma que fica difícil para o espectador delimitar o que é real e o que é produto da inesgotável imaginação da indústria cinematográfica. Nos filmes produzidos em 3D, com apoio de softwares de última geração, a platéia “entra” na ação e sente-se parte da história. O cinema é visto como um mundo glamoroso e especial.

Olhado sob esse ângulo, não é de estranhar que o cinema se transforme em objeto de desejo de atores e atrizes loucos pelo sucesso. Por isso, a declaração de duas atrizes, que acabam de ser premiadas com a Palma de Ouro no Festival de Cannes, na França, chama a atenção e repercute entre fãs do cinema e profissionais do setor.

Protagonistas do filme “A vida de Adèle”, dirigido pelo franco-tunisiano Abdellatif Kechichem, Adèle Exarchopoulos e Léa Seydoux jogam um balde de água fria sobre quem imagina o cinema feito apenas de luz, câmera e ação.

Outros, porém poderão contra-argumentar dizendo que não se pode levar tão a sério o que disseram as atrizes. Afinal, o que é o cinema? Tire sua conclusão no link Atrizes de filme premiado em Cannes dizem que não trabalhariam com o diretor novamente

*** *** *** *** ***

Leia mais: Fonte: http://extra.globo.com / Foto Léa Seydoux e Adele Exarchopoulos