CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

26 de setembro de 2013

FAIXAS DE ÔNIBUS. SOLUÇÃO ILUSÓRIA PARA O TRÂNSITO PIORA A QUALIDADE DO AR EM SÃO PAULO

A inauguração diária de faixas de ônibus na capital paulista começa a dar o que falar. Apontadas como solução para diminuir o tempo do percurso dos ônibus que cruzam a cidade, as faixas estão causando problemas cada vez maiores para o trânsito urbano. A consequência imediata são longas filas de veículos e irritação dos motoristas particulares. Entrevistados, deixam claro que estão gastando mais tempo para cumprir trajetos habituais. De modo a privilegiar as faixas, foram criados novos retornos, conversões à esquerda foram proibidas e os veículos, antes distribuídos por toda a via, agora ficam alinhados em longas filas. O para-e-anda ficou mais acentuado por causa de estrangulamentos de pista provocados pelas faixas. A contrapartida, ganho na velocidade do transporte público urbano, não atrai usuários de veículos particulares. O motivo é simples: embora os ônibus estejam ganhando alguns minutos no trajeto, a frota é insuficiente para atender à população. Porém, o ponto mais negativo da implantação de faixas de ônibus é o agravamento na fluidez do trânsito em geral, com reflexo imediato na piora da qualidade do ar. Nem poderia ser diferente. Os veículos retidos com os motores ligados por longos períodos de tempo nos congestionamentos cada vez maiores, despejam toneladas de poluentes na atmosfera provocando danos à saúde da população e ao meio ambiente. Chega de pirotecnia eleitoreira. Está na hora de tratar o problema com a devida seriedade. 

*** *** *** *** ***

Imagens: Faixas de ônibus