CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

5 de setembro de 2013

INTENÇÃO DE OBAMA EM RELAÇÃO À SÍRIA PÕE EM RISCO A PAZ MUNDIAL

perestroika Postei esta foto no Facebook para descontrair e decidi postá-la aqui também. A situação envolvendo a possibilidade de intervenção militar dos Estados Unidos na Síria é tensa. A Rússia, de Vladimir Putin, aliada do regime do ditador sírio Bashar Assad, não aceita a acusação de uso de gás sarin que vitimou 1.400 pessoas, entre elas crianças. Tampouco concorda com a intervenção militar no país aliado. Mas, para analistas internacionais, não há saída para o impasse. Os dois líderes precisam encontrar uma solução. As divergências precisam ser superadas. A situação é delicada. Críticos dos Estados Unidos lembram das bombas atômicas lançadas sobre Hiroshima e Nagasaki, na segunda guerra mundial, para ridicularizar a “preocupação” de Tio Sam com as mortes em território sírio. Estados Unidos e a antiga União Soviética, hoje Rússia, com nova composição sócio-política-territorial, continuam sendo superpotências com grande peso quanto a atitudes que podem colocar em risco a paz mundial. Obama e Putin movem cautelosamente as peças no tabuleiro do Conselho de Segurança, da Onu. Porém, não se pode ignorar que observando tudo, a distância, a China, também aliada de Assad, ocupa assento no mesmo conselho. É preciso evitar um xeque-mate. Mais detalhes no link Acordo entre EUA e Rússia pode ser saída para crise síria

*** *** *** *** ***

Fonte: http://veja.abril.com.br – Foto: link