CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

10 de setembro de 2013

QUAL É A IMPORTÂNCIA DA AUDIÊNCIA?

Qual é a audiência ótima para um blog, na Internet? De vez em quando, me faço essa pergunta. Leio depoimentos de gênios cibernéticos (sem aspas, porque são, mesmo, espantosos), a chamada geração Y, e fico pensando que, apesar de me esforçar, ainda engatinho na área. O pensamento ganha peso quando comparo a situação deles com a minha. Eles, de maneira geral, ganham rios de dinheiro com a rede e têm audiência na casa de 20, 30, 40 e até 50 mil acessos diários às páginas que mantêm na web. Alguns, recebem até mais—muito mais—do que esse volume de visitas, diariamente.

A comparação nua e crua, na base da confrontação de números é desanimadora. Se eu fosse me guiar apenas por esses indicadores, já teria parado com o blog. Até hoje, desde 2008, não atraí um centavo, sequer, de publicidade. No entanto, pensando no leitor que ainda procura meus posts, a luta continua. É uma questão de respeito, em primeiro lugar, pelo interesse dos amigos da rede que me prestigiam. Com essa perspectiva, enquanto houver quem leia, escreverei.

Bem a propósito, hoje me ligou um amigo. Conversa vai, conversa vem ele me perguntou: “Sabe que o site da rádio Bandeirantes continua exibindo o texto com erro de Português que você denunciou, anteontem? Parece que ninguém está nem aí com você.”

Minha resposta não poderia ser outra: “Escuta, não é comigo que a rádio tem que se preocupar, mas com os ouvintes. Se não se preocupa, em aparente desprezo pela opinião dele, o problema não é meu.”

Terminada a conversa me ocorreu o pensamento que originou a pergunta inicial, sobre a importância da audiência. No caso, transferi a indagação para o blog. No entanto, se aplica, perfeitamente, a todo e qualquer veículo de comunicação, em qualquer mídia. E cheguei à conclusão de que não importa quantos são, mais quais são os apreciadores do nosso trabalho.

Pode ser que o pensamento seja uma artimanha do ego, para justificar a insistência. Pode ser, mas, sinceramente, mesmo que eu tivesse apenas uma pessoa genuinamente interessada em minha opinião, ainda assim, eu continuaria a escrever com a sensação do dever cumprido. Preciso mais do que isso?

*** *** *** *** ***

Fotos: Audiência na Internet / Ao celular