CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

30 de outubro de 2013

IGREJAS DISPUTAM MÍDIA. EM BRIGA DE CACHORRO GRANDE O QUE VALE É A BOCARRA

O que anda acontecendo em torno da competição entre igrejas para terem acesso à mídia é algo muito sério. A disputa merece atenta observação do governo e, particularmente, do Ministério Público. Em meio a denúncias de todos os tipos, inclusive de pedidos de falsos testemunhos de fé, o fato é que de olho no inesgotável filão dos dízimos, a luta por espaço na mídia, e por fiéis, está se tornando uma batalha sem pudores.

A propagação da palavra sagrada parece ter se resumido à captação do vil metal. Nessa luta, emissoras de televisão, disputadas por milhões de reais, são as armas que produzem efeito mais imediato.

A leitura dos links abaixo dá bem uma ideia ao leitor do que está acontecendo num setor em que a espiritualidade tem perdido, de lavada, para a materialidade. Obcecados, como que em transe permanente, os fiéis parece não se darem conta de que, para os líderes de certas igrejas, eles nada mais são do que o meio de subsistência de uma ambição sem limites.

O fanatismo religioso, pode produzir um estado de entorpecimento letal. Quando esse estágio é atingido, nada mais tem importância. No dia 18 do próximo mês, terão se passados 35 anos do suicídio coletivo de 900 fiéis, incentivados por Jim Jones, o pastor evangélico norte-americano que fundou uma comunidade espiritual na Guiana Francesa, palco da tragédia.

A repetição daquela barbárie é improvável, hoje, mas a vida familiar de muitos fiéis tem sido afetada diante de pregadores que não se satisfazem, nunca, com o sacrifício pessoal de seus seguidores. O verbo “doar” conjugado, preferencialmente no Imperativo, ecoa por templos cada vez mais gigantescos, pois quanto mais gente houver, maior o “caixa”. Reduzidos à condição de fonte de renda, muitos tiram da própria mesa para alimentar o apetite insaciável de tais líderes. Até quando?

*** *** *** *** ***

Para conquistar espaço, mentir não é pecado. Mesmo que seja para testemunhar falsos milagres. Em nome da fé? Veja no link Em carta, igreja evangélica pede que fiéis finjam cura para comprar rede de TV

Inimigas entre si, o objetivo comum de algumas igrejas é exterminar o “concorrente”. Na briga de cachorro grande, o que vale é o tamanho da bocarra. Veja o link Após acordo com Igreja Universal, CNT entra em antenas parabólicas

Se um ataca de um lado, o outro conta-ataca, rosnando alto para intimidar o adversário. No meio da confusão, fiéis estão sujeitos a mordidas cada vez maiores. Veja no link Igreja Mundial acerta com a Rede TV

Jim Jones, há 35 anos, conduziu 900 seguidores ao suicídio. O fanático não experimentou o veneno reservado aos fiéis, preferindo um tiro na cabeça. Relembre ou veja o que aconteceu em 1978, no link do programa “Fantástico”, O suicídio em massa dos membros da seita de Jim Jones Este link pode demorar um pouco mais para carregar, mas vale a pena esperar. Atualmente dedicado à vida pública Hélio Costa, na época, era repórter da Rede Globo.

_______________

Imagens: Suicídio coletivo, na Guiana FrancesaBriga de cachorrosDisputa por fiéis