CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

4 de dezembro de 2013

IBOPE: BRASIL É O PAIS QUE MAIS OUVE RÁDIO NA AMÉRICA LATINA

Levantamento do IBOPE revela que o Brasil se destaca entre países da América Latina, na audiência radiofônica: 67% da população brasileira ouvem rádio. Tomando-se por base a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística—IBGE, o país tinha em agosto deste ano 200 milhões de habitantes. Atualmente, é claro, somos ainda mais numerosos, mas vamos ficar com aquele número. Com base nele, somos 134 milhões de ouvintes em todo o território nacional. Números que superam, largamente, a população de vários países do mundo. Seria idiotice (e bota idiotice nisso) imaginar que o rádio, veículo tão poderoso, vivesse a fase terminal que muitos apregoam.

A pesquisa do Ibope ajuda a entender, um pouco mais, a razão que nos leva a ouvir o rádio em várias circunstâncias. A primeira delas, a portabilidade, que nos permite levar o aparelho aonde quer que estejamos. No carro, em casa, nas horas de lazer ou no trabalho o rádio é o companheiro perfeito. Presente, sem interferir com os afazeres, permite a execução das tarefas e, ao mesmo tempo, mantém um estado de alerta inconsciente, que leva o ouvinte a ficar “ligado”.

É comum, de repente, no meio de uma conversa, alguém perguntar:

—O que foi que ele falou?

Outra pessoa responde com nova pergunta:

—Quem falou o quê?

E a conclusão da primeira, apontando:

—O rádio.

Todos se voltam para ouvir o que “ele” está dizendo. Ou, então, é aquela música que começa a tocar e as atenções gerais se dirigem para o rádio. Instintivamente. Já reparou?

O rádio é assim, tem personalidade própria. Nem mesmo a Internet vai “matar” o rádio, como não o “matou” a televisão. O rádio sobreviveu e se adaptou aos novos tempos. E, agora, a estrada virtual que aproxima o mundo da tela do computador se transforma no veículo ideal para levar o som do rádio ao mundo inteiro. Pela pesquisa, 18% dos entrevistados preferem ouvir rádio enquanto navegam pela web. Como curiosidade, é bom saber que 15% das pessoas ouvem rádio enquanto assistem à TV. Para concluir, entre 11 e 12% ouvem rádio lendo jornais, revistas ou livros.

O rádio é companheiro para todas as horas, em qualquer lugar.

Sempre foi. Sempre será.

*** *** *** *** ***

Em agosto, atingimos a casa dos 200 milhões de habitantes. Veja no link “População brasileira ultrapassa marca de 200 milhões, diz IBGE

Apesar do pessimismo dos executivos de rádio, Brasil é campeão de audiência. Veja no link “Pesquisa do Ibope mostra que Brasil é o país que mais consome rádio na América Latina

______________

Fontes: http://g1.globo.com - http://tudoradio.com / Imagens: Logo IBOPERádio no carroRádio na web