CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

3 de dezembro de 2013

PEDRO ROCHA MORREU. O VERDUGO ERA UM CAVALHEIRO FORA DOS GRAMADOS

A morte de Pedro Rocha, o jogador uruguaio que se consagrou no Brasil jogando pelo São Paulo, é assunto hoje nos grandes portais esportivos e tema de comentários de vários jornalistas do setor. Pedro Rocha era chamado pela crítica de “Verdugo”. O apelido veio do estilo de jogo. Implacável em campo, os adversários não “comiam farinha com ele”, como se diz de alguém que não dá moleza.

Profissional dedicado, ganhou notoriedade no Peñarol, time em que foi revelado. Único jogador uruguaio a disputar quatro copas do mundo (1962, 1966, 1970 e 1974), Pedro Virgílio Rocha Franchetti era diferenciado em campo.

Chute poderoso, cabeceio certeiro e uma visão de jogo espetacular. Duro, mas leal, vigoroso e incansável era considerado por Pelé um dos cinco maiores jogadores do mundo.

Fora de campo, o “Verdugo” era um cavalheiro. Homem elegante, de gestos refinados, fala mansa e cordial esbanjava simpatia e gentileza.

Pelo São Paulo, jogou durante sete anos. E teve uma passagem relâmpago de apenas nove jogos, pelo Palmeiras.

Sempre foi respeitado pelos adversários, devido ao talento com a bola nos pés. E se não fosse por isso, ele mostrava, na raça, que ninguém tinha boa vida com ele, durante a partida.

Depois de se aposentar como jogador, abraçou a carreira de treinador com passagem por vários clubes. 

Quis a ironia do destino que Pedro Rocha fosse acometido de atrofia do mesencéfalo (doença degenerativa) que com o passar do tempo foi tornando impossível ao ex-craque andar, falar e enxergar com nitidez. À direita, uma das últimas imagens do jogador.

A destreza com a bola nos pés e a agilidade com que se deslocava em campo ficarão para sempre na memória dos que admiravam o futebol do uruguaio que escolheu São Paulo para terminar seus dias.

*** *** *** *** ***

Na Gazeta Esportiva.net há um slide show com fotos marcantes da carreira do craque uruguaio. Clique no link “Ídolo são-paulino, uruguaio Pedro Rocha morre na capital paulista

Veja um pouco mais da carreira brilhante do “Verdugo” no link “Momento histórico com Pedro Rocha

Neste link, você vai encontrar os times pelos quais passou, as conquistas e a carreira como técnico, inclusive internacional. Clique aqui

Imagens: 123 e Pedro Rocha mais recente