CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

31 de janeiro de 2014

O PIOR RETRATO FALADO DO MUNDO TINHA A “CARA DO DONO”

Tem coisas que é preferível não fazer, pois acabam ficando piores. Dar desculpa esfarrapada é uma delas. Veja este caso: nos últimos dias rolou na rede a história do “pior retrato falado do mundo”. Um sujeito, nos Estados Unidos, foi acusado de atacar duas mulheres. As vítimas prestaram queixa. pior_retrato_1Sem testemunhas, o departamento de polícia de Lamar County, no Texas, recorreu ao velho esquema do retrato falado na tentativa de identificar o agressor. Talvez a pressa, ou a falta de detalhes precisos fornecidos pelas mulheres, ou o nervosismo delas, ou a má vontade do desenhista policial, ou tudo isso junto acabou resultando numa imagem rudimentar, semelhante ao desenho que uma criança faria do rosto de uma pessoa qualquer. A “obra prima” ficou como você vê, à esquerda. 

Não demorou para o desenho grotesco caísse na rede, transformando a polícia texana em alvo de piada. Não era para menos. Você se lembra que, até recentemente, a nossa polícia também nos brindava com retratos falados de perigosos “facínoras”. E tudo nos moldes do desenho ao lado. De tão primários e imprecisos, os rostos desenhados por peritos policiais poderiam ser o de qualquer pessoa. Ou de nenhuma, pois dificilmente a imagem bateria com as características físicas de alguém. Uma vergonha, considerando-se que, hoje, alguns softwares desenham quase sozinhos o rosto de uma pessoa a partir de uma descrição, ainda que ligeira.

pior_retrato_2Bom, voltando ao caso texano, não é preciso dizer que os caras, lá, ficaram putos da vida com a gozação que correu mundo. Aí, hoje, vem a notícia de que a polícia prendeu o autor do ataque às duas mulheres. E sabe o que ajudou na detenção? O retrato falado, esse aí de cima. Um policial, ao fazer a ronda por um dos bairros locais (de Lamar County) notou a grande semelhança do retrato com uma pessoa, que acabou sendo detida. Era o tal! Agora, veja se dá para acreditar na historinha. Olhe a cara do “bandido”, de cavanhaque. O cara pode até ser um vagabundo local, mas onde está a semelhança com o retrato falado?

Foi uma versão tão forçada, típica trambicagem para livrar a cara da corporação, que era melhor não ter acontecido. Ninguém vai acreditar nisso, está na cara. Falando em cara, veja agora, lado a lado, o retrato falado e o retrato daquele que foi reconhecido como o “meliante” que aterrorizou as gringas. pior_retrato_3Tudo a ver, não é?

Eu recomendaria que dessem uma medalha ao policial, autor do prisão com base no retrato falado. Não por ter cumprido com o dever, já que ele—presumivelmente—ganha para isso, mas pelo vexame que o coitado deve ter passado para “segurar” essa barra. Isso não se faz. Ô dó!

*** *** *** *** ***

Ops, dei tanta risada com a palhaçada dos policiais texanos que quase ia me esquecendo de citar a fonte desta informação. Aqui está: ‘Pior retrato falado do mundo’ leva à prisão de bandido, nos EUA

Imagens: reprodução da própria matéria do Extra/RJ