CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

25 de fevereiro de 2014

ADIDAS: GOVERNO BRASILEIRO RECRIMINA CAMISETAS SÓ PARA MANTER APARÊNCIAS

Quantas vezes você já viu pessoas levantando publicamente bandeiras éticas, morais, políticas e sociais—entre outras—, mas, na vida privada, comportam-se de maneira inversa ao modelo politicamente correto? A prática, aliás, tem se disseminado em progressão geométrica, com a ajuda das redes sociais. Já reparou, não é? Nas redes, todo mundo é bonzinho, educado, inteligente e mais uma série de virtudes que nos levam a crer que o ambiente virtual é o melhor dos mundos. Infelizmente, na maioria das vezes, são apenas aparências. Muitas pessoas adotam tal comportamento por acreditarem que um bom discurso social tem mais valor que a conduta real, em sociedade. A velha máxima “faça o que digo, não o que faço” é particularmente adotada por governos e políticos, uns após outros. O exercício do mandato é muito diferente daquilo que pregaram durante as campanhas, como sabemos, criando situações absurdas demonstradas  por sucessivos e intermináveis casos de corrupção e malversação de verbas públicas.

adidas_sexual Por isso, achei curiosa—e demagógica—a atitude do Ministério do Turismo ao criticar a fabricante de agasalhos e produtos esportivos Adidas que lançou camisetas alusivas à Copa do Mundo com mensagens consideradas, pelo governo brasileiro, de forte conotação sexual e, portanto, inadequadas. Elas incentivariam o turismo sexual que, de fato, deve ser combatido.

O que me chama a atenção é que , na prática, vemos em todo o país o mais absurdo e lamentável estado de exploração sexual a que são submetidas as camadas mais pobres da população.

Os casos se sucedem e vão do lenocínio envolvendo mulheres maiores de idade e menores, passando pela venda deplorável de crianças para fins sexuais. Histórias terríveis são publicadas pela mídia e a cada novo episódio, surgem promessas de campanhas de conscientização e ações rigorosas de combate a um dos mais abomináveis traços da miséria humana, a prostituição como forma de renda. Ou seja, o discurso é bonito (e necessário, sim), mas, na maioria das vezes, fica limitado à retórica vergonhosa de quem valoriza as aparências em detrimento das atitudes.

Eu gostaria de ver mais ação e menos oportunismo oficial. O Ministério do Turismo encontrou nas camisetas da Adidas um bom motivo para se promover e, às vésperas do Carnaval, botar o bloco na rua. E depois, como vai ser?

*** *** *** *** ***

Clique no link “Camiseta da Adidas sobre o Brasil revolta a Embratur” - Fonte: http://www.adnews.com.br /

Imagens: Charge de AlpinoCamisetas Adidas / Exploração sexual /