CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

2 de abril de 2014

‘A VOZ DO BRASIL’ VAI CONTINUAR REDUZINDO O CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA

Não é de hoje que as emissoras de rádio tentam a flexibilização do horário de transmissão d “A Voz do Brasil”. Considerado antigo e ultrapassado, aos 78 anos, é visto mais como tribuna política do que, propriamente, um programa informativo como se apregoa.

A vida moderna mostra com clareza que às 19 horas o habitante das grandes cidades está tentando voltar para casa. Preso nos congestionamentos, o motorista ouve o rádio para se atualizar com as notícias do dia e, também, em busca de informações sobre caminhos alternativos. Coisa que, evidentemente, “A Voz do Brasil” não faz.

Às custas de liminares, algumas emissoras vinham transmitindo “A Voz do Brasil” em horários alternativos.

Criaram-se programas especialmente para a faixa das 19 horas com patrocínio de grandes empresas, interessadas na audiência da hora do rush. Porém, quando o gato sai de férias, os ratos fazem a festa, claro, e os abusos contribuíram para a cassação das liminares.

Havia emissoras que, por qualquer motivo, simplesmente cancelavam a edição d’ “A Voz do Brasil”. Aos poucos, as liminares foram sendo cassadas e o programa acabou voltando ao horário tradicional, das 19 horas.

Derrotadas na Justiça, as emissoras brasileiras estão em campanha para flexibilizar o horário de transmissão d’ “A Voz do Brasil” entre 19 e 22 horas. Os empresários alegam perder receitas publicitárias importantes para a saúde financeira do setor. É verdade, mas tratam-se de receitas originadas sob a proteção das liminares que permitiram a criação de programas no horário destinado à “Voz do Brasil”. Diante dos tempos bicudos que o rádio—como um todo—atravessa, a alegação de prejuízo procede parcialmente. Não se pode esquecer, porém, que, antes das liminares, cumpriam-se os termos originais previstos quando da concessão da emissora. Entre eles, está a transmissão obrigatória d’ “A Voz do Brasil”.

Munidos de novo argumento, a Copa do Mundo, os empresários do setor pressionam ainda mais. Agora, querem que as emissoras sejam dispensadas de veicular o programa durante a competição. Caso contrário, alguns jogos da Copa deixarão de ser transmitidos.

Mais uma vez argumentam com a perda de receita.

Levando-se em conta o caráter excepcional desse evento esportivo, não tenho dúvida de que a transmissão das partidas durante a Copa do Mundo deve ser liberada no horário da “Voz do Brasil”.

O maior empecilho para flexibilizar, definitivamente, o horário do programa, não é a argumentação de prejuízo abraçada pelo setor de radiodifusão. O Senado acaba de aprovar o projeto de Lei Suplementar 19/2011, de autoria da ex-senadora Marinor Brito, que transforma “A Voz do Brasil” em patrimônio cultural imaterial. Destinado à divulgação das atividades do Legislativo, do Executivo e do Judiciário, o septuagenário programa radiofônico mais chato do país é uma vitrine para o ego hiperinflado de políticos e magistrados.

Esta é a chamada briga de cachorro grande. O tema gravita em torno de vários fatores, não apenas do que envolve a questão financeira das emissoras. Há, por trás de tudo, um jogo de poder em que os atores tentam defender territórios ao sabor de seus próprios interesses. Assim, é difícil haver consenso.

Parece que a principal vocação d’ “A Voz do Brasil” continuará sendo a de contribuir para a redução do consumo de energia elétrica. Embora gastem pouco, na comparação com outros eletrodomésticos e eletrônicos, milhões de receptores de rádio continuarão sendo desligados, em todo o território nacional, quando o locutor anunciar: “Em Brasília, 19 horas.”

Clic.

*** *** *** *** ***

Veja o novo complicador para a pretensão dos empresários de radiodifusão, no link “Comissão aprova projeto que transforma a Voz do Brasil em patrimônio cultural imaterial” – Fonte: Tudoradio.com

 ______________

Imagens: Em Brasília… / Rush noturno / Flexibilização / Jogos da Copa / Marinor Brito / Desligando