CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

10 de abril de 2014

BAND ADIA ESTREIA DE JORNAL E NÃO DEFINE DESTINO DE LUCIANO FACCIOLI

A Band informa que o novo programa, “Café com Jornal”, cuja estreia estava prevista para a segunda quinzena de abril vai atrasar. O atraso, em si, não é novidade nem constitui problema. Toda emissora, antes de lançar um novo produto, cerca-se de cuidados para evitar um eventual fracasso motivado pela pressa em colocar na grade uma nova atração. “Apressado come cru”, diz o ditado.

O que não precisaria acontecer é o desgaste natural que o adiamento causa no telespectador. O desconforto poderia ser facilmente evitado com um pouco mais de planejamento. Bastaria ajustar tudo o que fosse preciso, antes de anunciar a estreia que, no fim, acaba não acontecendo. Mas esse, com certeza é o menor dos problemas da Band.

Luiz Megale e Aline MIdlej vão esperar um pouco mais para aparecer na telinha. Além de ajustar a ideia às disponibilidades financeiras e tecnológicas do canal, há de se entender a preocupação que normalmente cerca uma mudança radical de programa. Embora o substituto do “Primeiro Jornal” seja também jornalístico, as diferenças anunciadas entre um produto e outro, depois de melhor analisadas, exigiram uma readequação. Prometendo revolucionar o jeito de dar notícias, quando anunciado, as contingências do momento acabaram prevalecendo. Planejar, no papel, é uma coisa. Botar no ar como foi planejado é outra história.

Da mesma forma, é preciso ver como ficará a situação dos atuais apresentadores Luciano Faccioli e Patrícia Maldonado. O destino de Patrícia já foi definido. Ela vai fazer parte da equipe esportiva da casa, para a Copa do Mundo. Quanto a Faccioli, que não será aproveitado no “Café com Jornal”, ainda não se sabe o que fazer. Nesse ponto a indecisão parece estranha, pois o apresentador, antes de enveredar pela apresentação de programas, se saía muito bem como jornalista esportivo. Integrá-lo também à equipe da Band para a cobertura da Copa seria algo natural.

O problema, se é que existe um, pode ser o salário do moço. Como todos se lembram, Luciano Faccioli foi conduzido, às pressas, ao “Brasil Urgente” quando a Record contratou Datena, em 2011. Na falta de um substituto de peso (sem trocadilho) para programa policialesco, a solução encontrada foi dar um bom aumento de salário para Faccioli e entregar a ele o comando do programa. Menos de dois meses depois de sair do Morumbi, Datena voltou sob a alegação de que fora censurado pelos bispos.

A Band, então, teve que bancar a remuneração de Faccioli, além de arcar com o salário de Datena, embora reduzido à metade, segundo o próprio jornalista informou na época. Um fiasco para todos: Datena, Faccioli, Record e a própria Band que, inclusive foi acusada de ter agido antieticamente ao buscar, de volta, seu ex-contratado. Porém tudo isso é passado. O que importa, agora, é o futuro

Datena tem se queixado de trabalhar muito e, principalmente, de já não aguentar mais o sanguinolento noticiário policial. Será que Faccioli será reconduzido ao “Brasil Urgente” e Datena ficará apenas no “Quem fica em pé”, depois da Copa? Antes de responder é preciso fazer outra pergunta: a Band tem interesse em manter o “Brasil Urgente” na grade?

Com Datena, o “ibope” dá picos em alguns dias, quando chove muito e São Paulo alaga. De maneira geral, hoje, quem domina as tardes policialescas, é o “corta ‘pa’ mim”, Marcelo Rezende.

Eu, se fosse Luciano Faccioli, tentaria voltar para a Record. Acho que “murcharam” a bola dele, na Band.

Porém, resta saber se os bispos, convincentes quando dizem aos fiéis que é preciso oferecer a outra face, vão adotar o ensinamento na prática.

*** **** **** *** ***

Depois de ajustar detalhes e adotar outras providências a “Band adia estreia de novo jornal” – Fonte: http://rd1.ig.com.br/

Imagens: Aline Midlej e Luiz Megale / Patrícia Maldonado / Luciano Faccioli / José Luiz Datena / Marcelo Rezende