CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

25 de julho de 2014

SANTANDER TROPEÇA NAS PALAVRAS E FAZ A FESTA DE MARQUETEIROS POLÍTICOS

*Atualização: 19h26 O banco Santander, de capital espanhol, ocupa o primeiro lugar entre as instituições bancárias estrangeiras que atuam no país. Na lista dos maiores bancos do mercado brasileiro é o quinto classificado. Se pelo dedo se conhece o gigante, os números mencionados revelam o gigante por inteiro. Nessa condição, o Santander acaba de se tornar “ativista político”.

O motivo para tal interpretação é uma nota impressa no extrato de clientes “Select” do banco, alertando sobre o risco de uma eventual reeleição da presidente Dilma Rousseff. A nota do Santander para os correntistas mais ricos acabou virando uma faca de dois gumes a serviço tanto da oposição quanto da situação.

Oposicionistas podem usar o alerta bancário para “atemorizar” o eleitorado sobre o risco da reeleição de Dilma. Situacionistas poderão ver no episódio “uma sórdida manobra da classe média para sufocar o esforço do governo em promover distribuição de renda”. E, claro, juntar o útil ao agradável e acusar a oposição de conspirar contra os programas sociais petistas. Imagine o que uma declaração dessas pode provocar nos milhões de beneficiados com algum tipo das conhecidas “Bolsas”.

Ao perceber o tropeço, o Santander emitiu uma nota de esclarecimento dizendo que o texto contido nos extratos é apenas uma “análise econômica (…) sem qualquer viés político ou partidário”.  Pode ser, mas pode não ser. É isso o que acontece quando especialistas em números tentam traduzi-los em palavras. Esse é outro departamento.

Veja, a seguir, a nota de alerta aos correntistas do Santander e a justificativa do banco.

image

Abaixo, a tentativa inútil de explicar o incidente. Depois da porta arrombada, adianta trocar a fechadura? Como dizem, cabeça foi feita para pensar. Se fosse apenas para usar chapéu, seríamos todos cowboys.

esclarecimento_santander

*Ainda nesta sexta-feira o Santander publicou no site da empresa um pedido de desculpas pelo texto imprudente e reitera a “convicção de que a economia brasileira seguirá sua bem sucedida trajetória de desenvolvimento.” Típica declaração de quem reconhece ter cometido uma peraltice e levou um belo puxão de orelhas. Assim, cá entre nós, quem acredita na sinceridade das desculpas?

santander_desculpas

Fonte: Blog do Fernando Rodrigues, em UOL Notícias, Política – Imagens: Alerta e esclarecimento, Reprodução / Logo Santander