CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

16 de setembro de 2014

WILLIAM BONNER, VIRA “MAU-CARÁTER”. ESTAVA DEMORANDO…

 bonner e poeta A mais recente “desavença” da telinha aponta para William Bonner e Patrícia Poeta. A Rede Globo comunica que a apresentadora deixa a bancada do “Jornal Nacional” em novembro. A notícia causou estranheza diante do pouco tempo, três anos, de permanência da jornalista na bancada do principal telejornal global e, sem dúvida, o de maior audiência em nível nacional. (imagem)

Isso foi o bastante para que surgissem comentários responsabilizando Bonner pela “derrubada” de Patrícia. Dizem as más línguas que o editor-chefe do “JN” exigiu a demissão da colega. Ele estaria aborrecido, até hoje, porque não foi dele a escolha de Patrícia Poeta como substituta da própria mulher, Fátima Bernardes, a titular anterior da cadeira ao lado de Bonner.

Os comentários são atribuídos a setores do jornalístico, que se opõem ao estilo do editor-chefe. Sendo paulista (e paulistano) não teria sido “digerido” pelos cariocas opositores, que se julgam mais bem preparados para o cargo.

Exceto pelo antagonismo, real, existente contra “uchss paulichsstaichss”, em vários aspectos (imagem), acredito que tudo não passa de balela, para fazer parecer que William Bonner é um tremendo mau caráter. Veja porquê, a seguir.

Primeiro, se ele exigisse a saída da apresentadora, Bonner bateria de frente com Amauri Soares, atual diretor da Central Globo de Programação.

Soares está na Globo desde 1989 e durante a carreira já foi editor-chefe do “JN”, cargo atual de Bonner, e diretor executivo da Globo Internacional, em Nova Iorque.

Além disso, e principalmente, é marido de Patrícia Poeta. Não resta a menor dúvida de que a indicação da substituta de Fátima Bernardes partiu de Soares. (imagem)

Carlos Henrique Schroder, antes de ser tornar diretor geral da Rede Globo, dirigia a Central Globo de Jornalismo. (imagem) Nessa posição, já era chefe de Bonner.

Havia um bom tempo que o nome de Schroder vinha sendo ventilado para o posto de diretor geral da emissora, em substituição a Octávio Florisbal, que passaria a integrar o Conselho de Administração das Organizações Globo. Fonte: portal G1

Amauri Soares, assim como Ali Kamel, sempre foi “do time” do ex-diretor da Central Globo de Jornalismo. (imagem) Assim que tomou posse, Schroder conduziu Kamel para a direção geral do jornalismo e Soares para a direção geral de programação.

A dedução simples revela que Kamel e Soares já eram cartas do baralho de Schroder. Na época em que começaram os comentários sobre a nova posição hierárquica que ele teria, muito antes das mudanças, já se imaginava que ambos os queridinhos do novo “chefão” iriam se dar bem.

Willian Bonner, com certeza, sabia disso. Quando veio a indicação de Patrícia Poeta para o lugar de Fátima Bernardes, ele não seria estúpido de confrontar a ordem. Esta é a realidade aparente. Agora, vamos ao que eu penso.

Passados três anos, desde a estreia como titular do “JN”, Fátima Bernardes é, hoje, a apresentadora mais bem remunerada da televisão brasileira. (imagem) A principal fonte de renda vem dos merchandisings e da participação em anúncios publicitários, atividades proibidas para os jornalistas da Globo, em nome da credibilidade. Em maio deste ano, especulava-se que Fátima recebia cerca de um milhão e quinhentos mil reais para comandar o “Encontro” . Fonte: MSN Entretenimento

Por outro lado, na mesma época, informação de Ricardo Feltrin, jornalista especializado na cobertura da televisão, revelou que Patrícia Poeta estaria ganhando algo em torno de 200 mil reais, por mês, para apresentar o “JN”, ao lado de Bonner. Fonte: Uol Entretenimento

Afora o fato de ser reconhecida nacionalmente, motivo de orgulho e valorização profissional, a verdade é que a quantia fica muito aquém daquela recebida por Fátima Bernardes, certo?

Vai daí, que a voz do povo ensina: “quem parte e reparte e não fica com a melhor parte, é burro ou não tem arte”…

Retomando o tema central deste post, do que é mesmo que acusam William Bonner? De ser mau caráter? (imagem)

Ah! —assim fica fácil entender a origem da “acusação”. Serve, perfeitamente, de pano de fundo para encobrir a verdadeira razão da saída de Patrícia Poeta da bancada do “JN”. Será criada, para ela, uma atração vesperal —nos moldes do “Encontro”, provavelmente para substituir o desgastado e desacreditado “Vídeo Show”, que apesar das tentativas para recuperar o “ibope”, em queda, continua patinando.

Para Patrícia, a mudança viria a calhar. Ela acaba de comprar um apartamento em Ipanema, zona sul do Rio de Janeiro, de frente para o mar, pela bagatela de 23 milhões de reais. Fonte: Notícias da TV Mesmo com salário de 200 mil, uma compra desse valor seria muito difícil. O marido, Amauri Soares, deve ganhar uma boa soma como diretor de programação e, assim, a renda familiar do casal é considerável, mas um reforço de caixa não seria coisa a se desprezar. Não preciso explicar o resto, certo?

renata_vasconcellos_blue O bom dessa história é que em tudo existe um lado positivo; a entrada de Renata Vasconcelos no lugar de Patrícia poeta, faz justiça ao trabalho de uma das mais corretas jornalistas-apresentadoras da TV brasileira da atualidade. (imagem)

O equívoco de tirá-la do “Bom Dia Brasil” para transformá-la em apresentadora do “Fantástico” será, enfim, corrigido. O telespectador do “Jornal Nacional” pode comemorar.

O resto, ficará para ser esclarecido com o tempo.

*** *** *** *** *** ***