CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

29 de outubro de 2014

OUTUBRO TERMINA SEXTA-FEIRA, MAS O BRASILEIRO ESPERA PELA 2ª, DIA 3 DE NOVEMBRO

Outubro está terminando e muitos aguardam o dia 31. Pela cultura norte-americana e, agora, também brasileira, 31 de outubro é dedicado ao Dia das Bruxas. (imagem) Num país como o nosso, em que as donas da vassoura andam soltas, a assimilação era de se esperar.

Passando pelas ruas, notam-se muitas casas exibindo na fachada cabeças de abóbora e outros itens de decoração alusivos à data.

Este ano, o Halloween será comemorado numa sexta-feira, o que aumenta o sabor de mistério (embora até divertido) de que se reveste a comemoração.  

No entanto, o brasileiro está contando nos dedos à espera de novembro. O nacionalismo cívico anda assim agudo? —você me pergunta, certamente se lembrando de 15 de novembro, dia da proclamação da república. Esta república que, perto de comemorar 125 anos, acaba de passar por um estresse eleitoral? As respostas se resumem a um sonoro não.

Então, é o Dia da Bandeira, lábaro estrelado que apregoa “Ordem e Progresso”? —você pode insistir. A resposta também é não. (imagem)

Vamos parar por aqui, pois novembro é mês recheado de datas importantes. Indo direto ao ponto, as atenções gerais estão voltadas para o próximo dia 3, segunda-feira.

Nesse dia, também dedicado aos cabeleireiros e à instituição do direito da mulher ao voto, conquistado em 1930, Renata Vasconcellos estreia na bancada do “Jornal Nacional”. (imagem)

Na sexta-feira, 31 de outubro, Patrícia Poeta se despede do jornalístico da Globo.

Ainda que forçássemos uma situação, relacionar o fato com o Dia das Bruxas, nem de longe caberia. Patrícia é o que se pode chamar de colírio para os olhos e, de bruxa, não tem nada. (imagem)

Mesmo reconhecendo a beleza de Patrícia Poeta, há de se fazer um reparo. Profissionalmente, Renata Vasconcellos está muitos furos acima da colega que se afasta. E também é dona de uma beleza clássica para não se botar defeito. Mas, a pergunta que se faz nos últimos dias gira em torno do porquê da troca.

Colegas da imprensa especulam que a mulher de Amauri Soares, diretor de programação da Globo, foi fritada pela direção geral da emissora. Os bam-bam-bans não teriam gostado das gafes de Patrícia na bancada do principal telejornal da emissora e do país, gostemos ou não da realidade.

Eu não embarco nessa. Em plena crise global devido à baixa audiência, irreversível, do “Vídeo Show”, Patrícia Poeta é a bola da vez para substituir o horário da atração agonizante. Vitimada pelo terror da televisão, o vírus “ibopelus anemicus”, cujo efeito é arrasador, equipes de especialistas têm se dedicado à cura do paciente, sem sucesso. (imagem)

Lembra-se da informação, surgida logo após a Copa, de que a Globo pensava em criar para Patrícia Poeta um programa vespertino, nos moldes do matutino “Encontro”, com Fátima Bernardes?

Minha aposta, bancada em post, publicado em 16 de setembro, continua firme. Se você não se lembra dela ou nem mesmo a viu, clique no link “William Bonner vira ‘mau-caráter’. Estava demorando… ”. Din-din.

Desculpe, eu quis dizer, plim-plim.

*** *** *** *** *** ***