CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

1 de dezembro de 2014

JORGEH RAMOS, A VOZ DO CINEMA, SE CALA PARA SEMPRE

irm_lumiere O cinema, como todos sabem, é chamado de ‘a sétima arte’. Muitos, ainda hoje se perguntam: por que sétima arte? A resposta é simples e interessante.

Quando o cinema surgiu, no final do século XIX, os irmãos Gustave e Louis Lumière, franceses, viram na invenção um jeito novo de ganhar dinheiro. Embora existam notícias de que outros dois irmãos, alemães, Max e Emil Skladanowsky, realizaram sessões de cinema antes dos franceses, a crítica mundial aceita os irmãos Lumière como sendo os inventores da técnica que permitiu uma nova modalidade artística.

Mais tarde, já no século XX, Ricciotto Canudo, intelectual italiano que morava na França, escreveu o Manifesto das Sete Artes. Nele, Canudo definiu o cinema como arte plástica em movimento, capaz de reunir a música, a dança, a pintura, a escultura, a arquitetura e a poesia de uma só vez. Assim, era natural chamar o cinema de “Sétima Arte”.

No princípio, os filmes, em preto e branco, duravam entre 50 segundos e 1 minuto e meio. Não tinham enredo nem atores nem atrizes e mostravam cenas do cotidiano, nas quais populares realizavam seus afazeres diários. À direita, cena mostrando a saída dos operários da fábrica Lumière, um dos primeiros filmes exibidos pelos irmãos.

Do cinema mudo ao sonoro e o desenvolvimento de recursos de som e imagem, transformaram o cinema em veículo perfeito para a realização de sonhos e desejos. Romance, humor, aventura e ficção científica passaram a ser roteirizados; o cinema criou o mundo da fantasia. Hoje, digitalizada e tridimensional, a sétima arte transforma em “realidade virtual” o que era inimaginável até para o mais otimista dos visionários.

Para atrair a atenção do público, o lançamento de um grande filme exige cuidadoso investimento na produção de um trailer bem editado. Esse detalhe pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso de um filme cujo orçamento, não raro, se conta em centenas de milhões de dólares. 

A indústria cinematográfica mundial não economiza na produção de um trailer. Todos os detalhes são considerados, em busca do melhor resultado. Aqui é que entra o personagem deste post.

No Brasil, o pernambucano Jorgeh Ramos (imagem), nascido no Recife, radicado no Rio até pouco tempo atrás, era o dono da voz que narrava os principais trailers de lançamentos cinematográficos.

Ator de teatro, escreveu algumas peças e também dublava. Scar-scar-4985005-576-336É dele a voz de alguns personagens que fizeram muito sucesso em desenhos como “Aladdin” e “O Rei Leão”. (imagem)

Paciente renal crônico e hipertenso, há um ano Jorgeh foi diagnosticado com câncer e lutava contra a doença. Atualmente, morava em Porto Alegre para onde se mudou na expectativa de conseguir um doador mais rapidamente.

Mesmo debilitado, Jorgeh Ramos continuava emprestando a voz para os trailers de cinema. Montou um home studio onde também fazia outros trabalhos de narração.

Locutor de chamadas memoráveis de filmes maravilhosos, muitos com finais felizes, a história de Jorgeh Ramos terminou sem pompa nem circunstância.

Internado havia uma semana no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre/RS, Jorgeh morreu ontem, aos 73 anos de idade. Chegou ao fim, melancolicamente, a história de um locutor cuja narração, nos trailers, já fazia parte da magia do cinema.

Abaixo, indico alguns links em que você vai encontrar mais informações sobre o profissional da voz. Os links conduzem ao noticiário sobre a morte do narrador e, também a uma rara entrevista dele para televisão.

*** *** *** *** *** ***

1) Aos 73 anos, morre em Porto Alegre o ator e dublador Jorgeh Ramos

2) A entrevista está aqui: Jorgeh Ramos - Um Grande Dublador & Uma Grande Voz Conhecida nos Filmes e nos Trailers de Filmes