CONTATOS, INCLUSIVE ASSESSORIAS DE IMPRENSA:
FALE CONOSCO!

Navegue à vontade

Na coluna à direita, logo abaixo das postagens preferidas do leitor, está o ZAPPING. Através dele você tem acesso direto às noticiais do dia, nacionais e internacionais, além de informações sobre quase tudo. ZAPPING. Uma central de notícias e entretenimento em que você escolhe o que quer.

2 de dezembro de 2014

PAULO ABREU PODE ESTAR FAZENDO CAIXA PARA REINAUGURAR A TV EXCELSIOR

PA_grupo_mundial A situação, pelos lados da avenida Paulista, 2200, sede da maioria das emissoras de rádio do grupo Mundial, de Paulo Abreu, continua agitada. E à cada agito, anuncia-se mais uma leva de demissões.

Especula-se qual é o motivo que está levando o empresário de radiodifusão, entre outros empreendimentos, inclusive no setor hoteleiro, a usar o “facão” sem dó nem piedade.

“É para ajustar as finanças”, dizem uns. “O Grupo Mundial vai mal das pernas”, dizem outros. “É alguma estratégia que ainda não está muito clara”, afirma categoricamente aquela turma de sempre, com cara de sabe-tudo. Acho que, desta vez, a turma está perto da verdade. De fato, a razão da “faxina” não está muito clara.

Eu, de há muito, só observo. E observo, principalmente, que as autoridades do setor não estão nem aí. Uma após outra, as emissoras de Paulo Abreu vão se tornando apenas musicais. Nenhum apresentador de plantão. Nenhuma notícia—ou apenas o suficiente para cumprir tabela e enganar trouxa (no caso, o trouxa não é o ouvinte, mas a Anatel, o Ministério das Comunicações e companhia bela).

Se ninguém se esqueceu, a grande jogada de Paulo Abreu, já anunciada, é conseguir reativar a extinta TV Excelsior, fechada na época dos governos militares (na foto, Bibi Ferreira).

Aí, me dá uma tentação de pensar que todas as dispensas havidas nas rádios do empresário devem-se a uma única causa: o homem está se preparando para gastar uma boa grana com a reinauguração da dita TV. E concluo: “televisão é um negócio muito caro”.

Ia ficando por aí, quando me bateu uma dúvida: “será que mesmo cortando gasto com pessoal nas rádios—como tem feito—Paulo Abreu conseguiria levantar a grana toda necessária para montar a TV?”

Nem termino o pensamento e alguém me interrompe: “Ele deve ter um sócio, claro”.

“Caramba, como eu não havia pensado nisso?” Então, me lembro que Paulo Abreu é amigo de gente poderosa. Como se diz no popular, “é assim co’s hómi”.

Não foi ele quem ofereceu um empreguinho de gerente de hotel para José Dirceu sair da cadeia e trabalhar? Coisa pouca, vinte mil reais por mês, lembra?

Como um pensamento puxa outro, uma amizade também puxa outra. Se ele é amigo do Zé, então deve ter ficado amigo do Lula. E Lula, todos sabem, tem um filho que é um verdadeiro gênio dos negócios, Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha. (Fonte: Wikipedia)

Lulinha, é dono de um canal de TV por assinatura, o PlayTV, que não passa de um vitrolão, meio parecido com a finada MTV. Além de tocar música, divulga filmes, animes e games.

Para ir direto ao ponto, genial como Lulinha é, seria uma ótima ideia se ele se associasse a Paulo Abreu e, juntos, ganhassem a concessão da TV Excelsior. Já pensou? Uma jogada e tanto, sem dúvida, e no fim… Será?

É melhor eu parar de pensar, viu. Acho que ando tendo pensamentos de jerico. Mesmo sendo vivaldino, como sabemos que é, nem Paulo Abreu teria coragem de engendrar um plano tão descarado. 

Neste ponto, aquela voz (lá em cima) que me lembrou sobre um possível sócio na parada, voltou a se manifestar: “Bem, o plano pode não ser dele, mas de Lulinha. O homem não é um gênio?”

Fiquei sem palavras.

*** *** *** *** *** ***

Para ler sobre as novas demissões nas rádios de Paulo Abreu, clique no link do site “Bastidores do Rádio”, de Adriano Barbiero: Rádio Iguatemi também demite equipe de profissionais.

Digite “Paulo Abreu” na caixa de busca LOCALIZE O QUE VOCÊ QUER, acima, à direita, e encontre outros posts sobre o assunto publicados neste blog.